Lula manda recado: “Se eu voltar, é para fazer mais do que já fiz”

Com plateia chamando “ Lula guerreiro do povo brasileiro”, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva subiu ao palco do Centro de Convenções de Brasília (DF), para fazer a fala de abertura do 33º Congresso Nacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), na noite desta quinta-feira (12).

“Se cuidem, porque, se eu voltar a ser candidato a presidente da República, é para fazer muito mais do que já fizemos”, declarou Lula.

O ex-presidente criticou Michel Temer, afirmando que o politico não tem credibilidade para tirar o Brasil da crise.

“Para tentar recuperar esse País, é preciso que alguém tenha credibilidade, e só vai ter credibilidade uma pessoa eleita democraticamente pelo voto do povo brasileiro”, destacou.

Para Lula, Temer não tem credibilidade porque não teve voto e “chegou ao poder por um golpe, pela porta dos fundos”. O petista completou que todos têm o direito de ser presidente, mas que para isso precisa disputar eleição e pedir voto ao povo.

Na sua avaliação, o golpe que retirou a presidenta eleita Dilma Rousseff foi aplicado com o único objetivo cessar as conquistas sociais que foram alcançadas nos últimos 12 anos no Brasil.

“Aqueles que deram o golpe, não fizeram isso para construir nada de novo, deram o golpe para destruir o que fizemos”, disse.

O ex-presidente enfatizou que Dilma “não quebrou o País, como ficam dizendo”.

“Quem quebrou o País, na verdade, foram os golpistas. Porque desde que Dilma ganhou as eleições e que o senhor Eduardo Cunha foi eleito presidente da Câmara, que ele trabalhou de forma incansável para não deixar a Dilma aprovar nenhuma das suas reformas”, lembrou.

Lula garantiu que vai continuar viajando pelo Brasil e disse que a principal discussão de 2017 será “quem vai tirar o País da lama”.

“Este ano, quem acha que vai me proibir de andar por esse País, pode se preparar, que eu vou voltar a viajar pelo Brasil para discutir com vocês o que precisamos fazer por este País. Porque o maior erro neste País é achar que dá pra governar sem contar com a participação da sociedade, sem ouvir o povo”, afirmou.

E mandou recado para os professores e dirigentes sindicais da área da educação, afirmando que eles terão que lutar ainda mais esse ano, “para que vocês passem para a história como a geração de educadores que não permitiu que esse País voltasse aos tempos negros do século XX, quando as pessoas mais pobres não tinham direito à educação”.

O ex-presidente finalizou afirmando que a tarefa de cada um é “lutar, lutar, lutar e conquistar o direto do povo brasileiro votar para presidente da República, quem sabe ainda em 2017”

Lula terminou sua fala do mesmo jeito que começou: com a plateia de pé chamando “Brasil urgente, Lula presidente”.

Outras Notícias

Dilma: Temer diz que chantagem é normal e ninguém noticia

No dia em que completa um ano da histórica votação da admissibilidade do processo de impeachment pela Câmara dos Depu...

Brasil não quebrou por conta das gestões petistas, diz Dilma

A presidenta eleita Dilma Rousseff defendeu durante palestra na Universidade New School, em Nova York, realizada nest...

Temer comandou reunião de acerto de propina de US$ 40 milhões, afirma delator

Um dos delatores da Odebrecht afirmou à Procuradoria-Geral da República (PGR) que o presidente Michel Temer comandou ...

Luta contra desmonte da Previdência mobiliza 1 milhão de pessoas

A luta contra o desmonte da Previdência e contra a reforma trabalhista mobilizou, nesta quarta-feira (15). um milhão ...

Moradores de Sapiranga protestam por aumento de ate 400% no IPTU

O fim de tarde desta terça-feira (07) ouve um grande protesto da população sapiranguense em frente a prefeitura munic...

Ato no Dia Internacional da Mulher reúne milhares de pessoas na Capital contra a Reforma da Previdência

Na manhã deste Dia Internacional da Mulher, a Federação dos Sapateiros e os sindicatos, participaram de um ato na Cap...

Lobista delata entrega de R$ 100 milhões para ex-diretor de governo do PSDB paulista

Preso desde agosto do ano passado em Curitiba pela Operação Lava Jato, o operador financeiro Adir Assad propôs um aco...

Rejeição de Temer nas redes sociais chega a 89%

Levantamento da empresa de inteligência digital Veto, feita para o site de notícias El País, mostrou que 89% das menç...

Vice Prefeito rompe com partido e se desfilia do PP em Sapiranga

Sapiranga – O vice-prefeito, Gilberto Goetert, entregou na tarde da ultima quarta-feira (11) o seu pedido de desfilia...

Juíza suspende demissões em cinco fundações até que ocorra negociação coletiva

A juíza Valdete Souto Severo, da 18ª Vara do Trabalho de Porto Alegre, acolheu pedidos liminares apresentados pelo Si...