A CUT-RS e centrais sindicais realizam nesta sexta-feira (10) um dia nacional de paralisação e mobilização, às vésperas do início da vigência em 11 de novembro da lei 13.467, a chamada “reforma” traba

A CUT-RS e centrais sindicais realizam nesta sexta-feira (10) um dia nacional de paralisação e mobilização, às vésperas do início da vigência em 11 de novembro da lei 13.467, a chamada “reforma” trabalhista, e sob ameaça do governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB) de votação da “reforma” da Previdência no Congresso.

Pela manhã, a CUT-RS organiza paralisações das categorias em luta e promove uma plenária extraordinária de mobilização, das 10h às 14h, no salão da igreja da Pompeia (Rua Barros Cassal, 220), em Porto Alegre.

À tarde, junto com as centrais sindicais, será realizado, às 16h, um abraço simbólico à Justiça do Trabalho, na Avenida Praia de Belas, em frente ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RS), seguido de uma caminhada até a Esquina Democrática, onde acontecerá um ato unificado das centrais, às 18h, contra as “reformas” trabalhista e da Previdência e a portaria do trabalho escravo, suspensa por liminar da ministra do STF, Rosa Weber, em defesa da Justiça do Trabalho e por nenhum direito a menos.

“Esse governo golpista de Michel Temer (PMDB), rejeitado por quase 90% da população, está provocando um retrocesso sem precedentes na história do país. Congelou investimentos em saúde e educação por 20 anos e aprovou uma lei que retira direitos trabalhistas, conquistados com muita luta pela classe trabalhadora, além de tentar enfraquecer os sindicatos e acabar com o acesso gratuito à Justiça do Trabalho”, afirma o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo.

Para ele, “temos que resistir, lutar e acordar o Brasil para mostrar ao Temer e ao Congresso Nacional que não vamos pagar o pato e que não aceitamos a precarização do trabalho, mas queremos emprego decente e nenhum direito a menos”.

Outras Notícias

Emprego informal cresce e vagas com carteira diminuem

A taxa de desemprego ficou em 12,2% no trimestre encerrado em janeiro, estável em relação ao período fechado em outub...

Em artigo no jornal The New York Times, pesquisador diz que vale tudo no judiciário para tirar Lula da eleição

Edição desta sexta-feira, 26, do jornal The New York Times traz artigo do pesquisador Hernán Gómez Bruera, especializ...

CUT-RS reforça vigília contra pacote de maldades de Sartori na Praça da Matriz nesta segunda

A CUT-RS convoca os trabalhadores a participar da vigília, junto com o CPERS e o Movimento Unificado dos Servidores (...

Movimentos sociais começam a montar acampamento em Porto Alegre para acompanhar julgamento de Lula

Sul21 – Os movimentos que integram Frente Brasil Popular iniciaram na tarde deste domingo (21) a montagem da estrutur...

Mais de 200 caravanas de todo o País já confirmaram presença em POA

Caravanas de todos os cantos do Brasil começaram a se organizar para ocupar Porto Alegre! São professores e professor...

Tasso diz que Aécio o destituiu por diferenças éticas e pressão do Planalto

Destituído da presidência nacional do PSDB, o senador Tasso Jereissati (CE), recém-lançado candidato a assumir o coma...

CUT-Vox mostra Temer com 3% de avaliação positiva

Para 84% dos brasileiros, o Brasil está na direção errada. Essa é uma das principais constatações da nova rodada da p...

Fux desafia direito, antecipa posição sobre 2018 e é criticado

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux fez uma declaração polêmica ao antecipar, no último domingo (5)...

Chanceler brasileiro defende maior cooperação econômica entre os Brics

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, defendeu nesta segunda-feira, em Pequim, um aprofundamento da coop...

Em recurso ao plenário do STF, Janot volta a pedir prisão de Aécio e Rocha Loures

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu novamente nesta segunda-feira (22) ao Supremo Tribunal Federal ...