Juízes que condenaram Lula ganham auxílio-moradia mesmo possuindo imóvel em Porto Alegre

Dois dos três desembargadores do TRF-4 que condenaram o ex-presidente Lula sem provas no caso do triplex do Guarujá também recebem auxílio-moradia, mesmo possuindo imóvel na cidade em que residem, Porto Alegre. Assim como o juiz federal Sérgio Moro, Leandro Paulsen, revisor da sentença contra Lula, e Victor Laus, recebem R$ $ 4.378.

Segundo informações divulgadas pela Folha de S. Paulo neste domingo (11), em 2014, Laus comprou por R$ 255 mil um apartamento no Moinhos de Vento, bairro nobre na região central. Em dezembro de 2017, rendimento bruto do magistrado era de cerca de R$ 106 mil, somados benefícios e gratificações. Seu salário-base foi de cerca de R$ 30,5 mil.

Já Leandro Paulsen adquiriu um apartamento por R$ 432 mil em 2009. O magistrado investiu R$ 50 mil de recursos próprios e financiou outros R$ 382 mil com a Caixa Econômica Federal, a ser pagos em até 360 meses (30 anos). O imóvel fica no bairro nobre Três Figueiras.

Em dezembro de 2017, Paulsen teve rendimento bruto de cerca de R$ 47,4 mil, contados os R$ 4.378 do auxílio-moradia. Seu salário-base é igual ao de Laus: aproximadamente R$ 30,5 mil.

Relator da Lava Jato na corte regional, João Pedro Gebran Neto, natural de Curitiba, não possui imóvel próprio em Porto Alegre. Ele também recebe auxílio-moradia.

Os três começaram a fazer uso do benefício em outubro de 2014, um mês depois de decisão liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux, que estendeu o auxílio a todos os juízes, mesmo os que já tinham imóvel próprio.

Dos 494 magistrados da 4ª Região, que compreende os três Estados do Sul, só 74, ou 15%, não ganham auxílio-moradia. O gasto mensal com o benefício chega a R$ 1,84 milhão. Em 2017, o gasto anual foi de R$ 21,4 milhões. Desde a liminar de 2014, o auxílio-moradia aos magistrados da 4ª Região já custou R$ 71,3 milhões.

Outras Notícias

Acidente mata três em Eldorado do Sul e interdita a BR 290

Um acidente às 9h20min da manhã deste sábado entre um Fiat Prisma e um caminhão deixou, pelo menos, três pessoas mort...

Atenção: Golpista se passa por assistente social em Sapiranga

Sapiranga – A Prefeitura de Sapiranga, por meio da Secretaria de Assistência Social, alerta para golpista que estaria...

Calor aumenta em sábado ensolarado no RS

O calor aumenta no Rio Grande do Sul neste sábado que deve ser marcado pela grande presença do sol acompanhado de nuv...

EGR admite estudo para reajustar tarifa e lideranças pressionam por melhorias

Região – A pressão da comunidade e das lideranças locais para investimentos que ampliem a segurança ao longo da RS-23...

Em bom jogo, Inter empata com o Corinthians e complica avanço na Copa do Brasil

O Inter fez uma boa apresentação, no maior desafio até aqui da temporada, mas amargou o empate em 1 a 1 com o Corinth...

Depois de chamar chacina em Manaus de ‘acidente’, Temer tenta se explicar nas redes

Após a repercussão negativa da declaração feita mais cedo, quando classificou a chacina no Complexo Penitenciário Aní...

"Fui ordenada a mudar informe do voo da Chapecoense", diz funcionária boliviana

Refugiada no Brasil, a boliviana funcionária da Administração de Aeroportos e Serviços Auxiliares à Navegação Aérea (...

Bayer anuncia compra da Monsanto por US$ 66 bilhões

A companhia de produtos químicos e de saúde alemã Bayer anunciou nesta quarta-feira (14) ter fechado acordo para a co...

Mais Médicos é potencialmente benéfico em qualquer país, diz ONU

O Programa Mais Médicos, implantado pela presidenta eleita Dilma Rousseff em 2013, foi considerado uma das boas práti...

Relator dá prazo de cinco dias para defesa de Cunha

O deputado Marcos Rogério (DEM-RO), relator do processo relativo ao presidente afastado da Câmara dos Deputados, Edua...